7 e 8 de dezembro de 2014   |   Centro de Convenções Rebouças   |   São Paulo - SP

Imprensa

Releases, divulgação e credenciamento de jornalistas

Primeiro dia do Eventos Brasil 2014 reafirma inovação e renovação do setor

  • 07/12/2014

Compartilhe:  

Com representantes de 20 estados brasileiros e do Distrito Federal, começa o 26º Congresso Brasileiro de Empresas e Profissionais de Eventos – Eventos Brasil 2014. Rodada de Negócios organizada pelo SEBRAE reuniu 78 empresas e fomentou parcerias para 2015. Destaques na segunda-feira (08/12) são para painéis e análise de dados atualizados do setor.

Osvaldo Barbosa, Anita Pires e Rodrigo Cordeiro na abertura do Eventos Brasil 2014.

Veja mais fotos em www.flickr.com/photos/congressoeventosbrasil

Com auditório do Centro de Convenções Rebouças repleto de profissionais de diversas partes do país, o 26º Congresso Brasileiro de Empresas e Profissionais de Eventos começou neste domingo (07/12) de forma descontraída. Os congressistas foram recebidos por cantores logo na entrada e palhaços fizeram a recepção dos participantes na sala principal para a cerimônia de abertura.

A presidente da ABEOC Brasil, Anita Pires, o presidente da ABEOC Brasil Estadual SP, Osvaldo Barbosa e Rodrigo Cordeiro, coordenador da programação do Congresso e presidente eleito da ABEOC Estadual SP se revezaram na apresentação do evento, agradecendo os patrocinadores e apoiadores do Congresso. “É um novo momento, onde estamos mais fortes”, afirmou Anita.

“Os clientes estão cada vez mais exigentes”, afirmou Barbosa durante discurso de abertura onde analisava o atual mercado de eventos. Para Rodrigo Cordeiro, os desafios e dinamismo são marcas do segmento. “Trabalhar com eventos é um estilo de vida”, disse o coordenador.

O hino nacional foi executado de forma inovadora com o grupo Choro das Três, com pandeiro, flauta transversal, banjo e violão sete cordas.

Os patrocinadores e parceiros também tiveram voz na cerimônia de abertura. Ana Clévia Guerreiro, do SEBRAE Nacional, parabenizou a ABEOC Brasil por reunir importantes lideranças do setor e elogiou a organização. “Esta é uma oportunidade de fortalecimento das relações das entidades do setor de eventos no Brasil. Isso é importante para o posicionamento brasileiro no mercado nacional e internacional”, afirmou Lima. “Esta gestão entrega uma outra ABEOC para o país e para a sociedade”, afirmou Ana em relação a Anita Pires que será substituída por Ana Cláudia Bittencourt, da ABEOC Brasil Estadual RS, que assume a presidência nacional em janeiro de 2015.

“Parabenizo a organização do evento. A CNC e a FBHA se sentem honradas pela reativação do Congresso”, disse Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação. “A CNC está comprometida com setor do Turismo de Negócios”, disse Sampaio ao anunciar a criação do Conselho Empresarial de Turismo da entidade.

Marco Lomanto, da Embratur, representou o ministro do Turismo Vinícius Lage e afirmou que o Eventos Brasil é uma iniciativa de grande relevância. “Iniciativas como essa vem ao encontro do destaque o Brasil vem atingindo. Sabemos que 65% das pessoas que participaram de eventos no país estão satisfeitas e que 91% tem intenção de retornar ao país”, disse Lomanto.

Rogério Hamam, secretário Estadual do Desenvolvimento Social que representou o governador de São Paulo Geraldo Alckmin na cerimônia de abertura, lembrou a atuação dele e da família no setor de eventos. “Em nome do governo, reconhecemos a grandeza desse setor para o estado e para o país”, declarou no final.

Futuro dos Eventos

Depois da cerimônia de abertura, Gonzalo Constanzo da IAPCO – International Association Of Professional Congress Organisers falou sobre as tendências do setor de eventos na palestra “O Futuro dos Eventos”. “Há alguns anos não sabíamos o que era um aplicativo e hoje eles são cada vez mais presentes, facilitando a participação dos congressistas”, afirmou Gonzalo.

Proferindo a palestra em espanhol, Gonzalo também falou sobre a importância para as entidades promotoras de eventos de manter o contato com os associados ao longo do ano. “O evento é apenas o parque de diversões, onde tudo está bonito e bem arrumado, mas uma associação tem a missão de manter contato permanente com o associado, mantendo-o atualizado, oferecendo maneiras de ele se capacitar”, completou. “As associações serão cada vez mais importantes”, afirmou o ex-presidente da entidade apresentando dados da Union Of International Association que mapeou mais de 1.000 associações ligadas ao setor, além do que é mais importante para se escolher uma cidade ou destino para sediar eventos.

Para ele, congressistas querem experimentar novos locais e novas cidades. “O ser humano está ávido por coisas novas e é cada vez mais difícil surpreender”, constatou. As perguntas feitas durante a conferência foram feitas através do What’s Up e também por SMS.

Gonzalo chamou atenção para a própria ABEOC Brasil que cada vez mais tem se utilizado de ferramentas tecnológicas e aplicativos para envolver a participação dos associados. Ainda sobre o futuro dos eventos, o especialista disse que o impacto social dos eventos são cada vez mais importantes e comuns. “Articular voluntariados, pensar em ações que deixam um legado para o local, ações que tem como princípio a sustentabilidade, serão cada vez mais comuns”, completou.

Emoção é principal ingrediente

Com moderação de Jeanine Pires, ex-presidente da Embratur e consultora na Pires e Associados, a segunda palestra da manhã foi de Maurício Tavares, diretor artístico com décadas de experiência na realização de eventos sendo dos quais 30 anos dedicados a eventos da Rede Globo. Tavares destacou que emoção é o principal ingrediente do sucesso de um evento e contou como foi organizar o primeiro Rock In Rio, em 1985. “Nós não tínhamos luz, som e não sabíamos como seria receber 100 mil pessoas por dia”, disse para a plateia do Eventos Brasil 2014.

“Não existe evento, existe projeto de comunicação”, citou o diretor ao recordar dos ensinamentos de Roberto Medina, idealizador do festival de rock. “O investimento mais importante de um evento é a emoção, pois é ela quem gera a memória”, afirmou.

Maurício ainda falou de suas experiências durante a Jornada Mundial da Juventude, os Jogos Militares Internacionais e disse que o Brasil é um dos maiores produtores de eventos do mundo. O diretor também demonstrou preocupação com a formação do profissional do setor e citou, como exemplo, a função do “show cooler”, função inexistente no mercado brasileiro e que precisou importar para o evento de encerramento dos Jogos Militares, no Rio de Janeiro, em 2013.

Política foi tema de encontro com a imprensa

A preocupação com a sucessão no Ministério do Turismo foi um dos assuntos em pauta durante coletiva com a imprensa na tarde deste domingo. Participaram do encontro Marco Lomanto, da Embratur, Anita Pires, presidente nacional da ABEOC Brasil, Ana Cláudia Bittencourt, presidente eleita para a próxima gestão nacional da Associação, além de Rodrigo Cordeiro, Osvaldo Barbosa e Alisson Batres, diretora da Cocal – Federação de Entidades Organizadoras de Congressos e Afins da América Latina, que vai realizar seu XXXII Congresso em Florianópolis, de 5 a 7 de março de 2015.

Repórteres dos veículos presentes no encontro fizeram perguntas relacionadas à demanda do setor para os próximos anos, além de questionamentos sobre o crescimento econômico. A expectativa de crescimento para o setor em 2014 é de 14% e as estimativas mostram que esse percentual deve se repetir em 2015, na contramão da expectativa de baixo crescimento do PIB nacional.

Depois do hiato de sete anos na organização do Congresso, a diretoria da ABEOC confirmou que o evento volta ao calendário de atividades da associação com previsão de acontecer a cada dois anos.

Entre as prioridades da próxima gestão, Ana Cláudia Bittencour citou o estreitamento de laços com outros países, no sentido de aproximar o país da América Latina. “Também temos uma meta que é abrir uma representação da ABEOC Brasil em todos os estados da Federação”, finalizou a nova presidente.

Lomanto falou dos desafios de se aumentar a divulgação do Brasil como destino turístico mundial, principalmente depois dos eventos internacionais como Copa do Mundo e Olimpíadas que deram visibilidade para o país. O representante da Embratur ainda falou que os Jogos Mundiais Indígenas e as Olimpíadas 2016 vão fortalecer a divulgação do país. “Também vamos aproveitar eventos como o Rock in Rio, que vai acontecer em Las Vegas, para divulgar o Brasil e a nossa cultura principalmente, pois diante de tanta competitividade, sabemos que esse é um diferencial na hora de colocar um destino em evidência”, afirmou Lomanto.

Programação desta segunda-feira (08/12)

Na segunda-feira (08/12), um dos destaques da programação é o painel “Eventos Fora de Série” que vai reunir três representantes do setor que organizaram eventos marcantes no país: Márcia Golfieri, organizadora do TEDx Liberdade, Gustavo Ribeiro, organizador da Jornada Mundial da Juventude e Recepção do Papa no Brasil e Dulce Magalhães, responsável pelo Festival Mundial da Paz.

Sandie Dawe, da London & Partner, faz palestra com o tema “A estratégia competitiva de Londres: do Mega evento à liderança em eventos” e o painel “Fontes de Informação para fortalecer o seu negócio” traz debates sobre pesquisas setoriais, uniformização de conceitos e tabela referencial de valores e também sobre normas técnicas.

Outro painel importante será “A importância da cooperação na cadeia produtiva para a captação e organização dos eventos” com a participação de presidentes de importantes organizações da cadeia produtiva do setor. Participam do debate: Alexandre Sampaio, presidente da FBHA – Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, Sérgio Medina Pasqualin, presidente da ABEVT – Academia Brasileira de Eventos e Turismo, Enrico Fermi Torquato Fontes, presidente da ABIH Nacional – Associação Brasileira das Indústrias de Hotéis, Margareth Pizzato, presidente da ABRACCEF – Associação Brasileira de Centros de Convenções e Feiras e Eduardo Sanovicz, presidente da ABEAR – Associação Brasileira das Empresas Aéreas.

O painel “Dimensionamento Econômico da Industria de Eventos no Brasil” traz a participação de Elza Tsumori, coordenadora do ForEventos, Osíris Marques da Universidade Federal Fluminense e coordenador do Observatório do Turismo, além de Ana Clévia Guerreiro, gerente adjunta da Unidade de Atendimento Coletivo – Serviços do Sebrae Nacional.

A programação completa do segundo e último dia do Eventos Brasil 2014 está no site oficial do evento www.eventosbrasil.org.br.

Fotos e comunicados no site oficial

Além dos conteúdos e informações sobre o 26º Congresso, jornalistas, assessores e participantes contam com canais específicos de divulgação. No site oficial www.eventosbrasil.org.br estão disponíveis todos os comunicados para a imprensa e fotos que também podem ser encontradas no canal do Eventos Brasil 2014 no Flickr: https://www.flickr.com/photos/congressoeventosbrasil/.

SERVIÇO
Eventos Brasil 2014 – 26º Congresso Brasileiro de Empresas e Profissionais de Eventos
Quando: 7 e 8 de dezembro de 2014 – das 8h às 20h
Onde: Centro de Convenções Rebouças- São Paulo – SP
www.facebook.com/congressoeventosbrasil

http://twitter.com/abeocbrasil

Contatos com a Comissão Organizadora: secretaria@abeocsp.org.br (11) 3051 2344

Realização
Organização
Newsletter
Eventos Brasil - 26° Congresso Brasileiro de Empresas e Profissionais de Eventos